A Cáritas Diocesana de Criciúma realiza sua 9ª Assembléia e este momento é sempre um passo importante e fundamental para a caminhada.

Sendo assim no dia 09 de outubro de 2010, no Salão São José, em Criciúma, reuniram-se o povo de Deus, da Rede Cáritas: representantes das entidades filiadas e grupos acompanhados, para celebrar a caminhada, partilhar os desafios, as dificuldades, as experiências, louvar e agradecer pelas conquistas, alegrias, ousadias, pelos sonhos e esperanças, pela vida que renasce a cada dia, nas mais adversas realidades, pela inocência estampada no sorriso de uma criança, pelo Amor-doação das equipes, dos(as) agentes Cáritas, pela solidariedade que reabastece, fortalece e motiva esta grande família, a Rede Cáritas Diocesana de Criciúma. Caminhamos à luz do compromisso evangélico, do testemunho, do anúncio e denúncia, que nos levam a avaliarmos nossa caminhada, com base no Planejamento realizado em 2009.

Os representantes avaliaram as atividades realizadas em 2010, apontando indicativos para 2011.

Já em preparação para a Semana da Solidariedade a assembléia teve como tema de estudo a “Solidariedade: qual o nosso olhar?”, com enfoque para as mudanças climáticas e foi aprovada a programação da Semana da Solidariedade que se realizará de 14 a 19 de novembro/2010.

Houve ainda, apresentação dos relatórios de atividades e financeiro, divulgação para o Curso de Capacitação para  conselheiros(as) em defesa de Direitos e controle social de políticas públicas:

  • 1º Módulo: 13/11/2010Estado e Governo, Democracia, Direitos e Cidadania/Local: Cáritas;
  • 2º Módulo: 20/11/2010 – Movimentos Sociais, Sociedade Civil e Políticas Públicas/Local: Cáritas;
  • 3º e 4º Módulos em 2011.

Antes do final houve uma breve reflexão sobre rede de voluntários e a aprovação das alterações no regimento além da eleição da nova Diretoria e Conselho Fiscal da Cáritas Diocesana de Criciúma.

Para 2011, a assembléia decidiu ampliar a representação das entidades nos momentos formativos da Cáritas, assumir como compromissos a sustentabilidade e o meio ambiente, a formação sobre a mobilização de recursos – Rede Permanente de Solidariedade (RPS), oficinas e trabalhos em defesa da vida.

Assim firmamos mais um passo nesta caminhada, bonita, porque é construída por muitos e muitas!

Por Devaneide de Brida, Referente de Comunicação da Cáritas Diocesana de Criciúma.