Desenvolvimento Solidário Sustentável e Territorial
Sementes de um Projeto Popular

 

Entre os dias 09 e 12 de novembro de 2011, todas as 173 entidades membro da Cáritas Brasileira estarão em Passo Fundo – RS para avaliar e construir o Plano Plurianual 2012-2015, além de celebrar a caminhada de todas as Cáritas do Brasil.

A ASA como entidade membro da Cáritas Brasileira reuniu-se com sua Diretoria e Ações Sociais que atuam na área de Desenvolvimento Solidário e Sustentável para avaliar o Plano de 2008-2011, onde a partir da filiação à Cáritas Brasileira em 2004 passou a assumir sua missão e prioridades de atuação.

A avaliação foi realizada a partir de uma análise da caminhada da Cáritas e de conjuntura, onde permitiu o aprendizado de que dar o peixe (emergências), ensinar a pescar (formação, promoção humana) e pescar juntos (construir juntos o projeto de sociedade) podem ser integrados numa única perspectiva: mística e caridade libertadora.  Onde os excluídos e excluídas são sujeitos e protagonistas em qualquer situação.

Nessa perspectiva de transformação social, no período de 2008-2011, os destaques foram: as participações nos fóruns de políticas públicas e economia solidária; incentivo e assessoria aos empreendimentos de economia solidária; produção de cartilha sobre Desenvolvimento Solidário e Sustentável; Hortas Comunitárias; Gestão de Risco e Desastre; formação em políticas públicas – assistência social; envolvimento nas mobilizações sociais; fortalecimento das Redes Locais, Municipais e Arquidiocesana; Rede Cáritas.

Na continuidade do processo de preparação para o Congresso e Assembleia ainda serão realizadas a Oficina Regional com todas as Cáritas de Santa Catarina em junho, a Oficina Interregional (Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul) em agosto, e a Oficina Nacional data próxima da Assembleia.

Com tudo isso, destaca-se a participação da rede  ASA/Cáritas nesse processo de construção coletiva, com a participação das Ações Sociais e diretoria. Queremos proporcionar maior integração com essa rede de solidariedade, brotando o sentimento de pertença, e reafirmando que na Arquidiocese de Florianópolis nós “Somos Cáritas.”

 

Por Maria Antonia Karsten, da equipe de Ação Social Arquidiocesana de Florianópolis.