No último dia 03 aconteceu em Florianópolis a oficina com catadores de material reciclado que reuniu 17 catadores da região. A atividade contou com a assessoria de Júlio Silva e Dorival Rodriguez dos Santos, ambos representantes do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis. Os assessores destacaram a importância e a riqueza do trabalho dos catadores com a vida e o meio ambiente ressaltando os desafios, as conquistas e a importância da organização dos catadores em um movimento nacional.

A oficina teve um resultado bastante positivo visto a motivação e o interesse dos catadores em participar dos espaços de organização, especialmente os trabalhadores individuais. A oficina resultou no interesse de duas cooperativas, uma de Biguaçú e outra da Costeira do Pirajubaé, em Florianópolis, no acompanhamento realizado pela articuladora local do projeto FORTEES.

Para Paulo, é muito bom ver que o trabalho é sério, pois existem catadores organizados em âmbito nacional. Gostei de conhecer o pessoal e partilhar idéias. Pensar nas nossas dificuldades e encontrar soluções é muito bom afirma o catador de Biguaçú.

Foi um momento muito rico e importante. Saio com o sentimento de que é necessário organizar mais encontros como esse para troca de experiências e também como fortalecimento do movimento dos catadores avalia Fernando Batista, coordenador da Ação Social Arquidiocesana de Florianópolis.

Por Adriana Ruiz Diaz, articuladora local na região de Florianópolis


No slides are available.