Com incentivo da Secretaria de Agricultura e EPAGRI do município de Major Vieira, jovens da localidade de Rio Claro encontraram no trabalho coletivo uma alternativa de geração de renda sem a necessidade de deixar a vida no campo.

No dia 17 de novembro de 2011, aconteceu a primeira reunião para a organização da panificadora e a elaboração de um projeto para financiamento de equipamentos e construção da sede.

A Agro Sabores, atualmente possui entidade jurídica constituída e conta com 05 integrantes. Em menos de um ano, construiu a sede própria e adequada para o funcionamento da panificadora, possuindo os registros necessários para o funcionamento legal. Atualmente produzem diversos panificados e massas.

Na Agro Sabores o trabalho é coletivo e os saberes partilhados

O Projeto FORTEES, apoia novos grupos na perspectiva da Economia Solidária, a exemplo da Agro Sabores. Segundo Simone dos Santos, membro do empreendimento

“o que anima, é saber que hoje o dinheiro que gastamos com a prestação, daqui a 05 anos será o nosso salário”, afirmando que o investimento feito em grupo, logo terá retorno.

Na oportunidade de visita ao empreendimento estiveram presentes membros do grupo Pão Solidário, da cidade de Lebon Régis que é acompanhado pelo projeto FORTEES para troca de experiência.

O grupo salientou ainda a importância na disponibilidade da participação em cursos e treinamentos para aperfeiçoar o trabalho, tanto na questão da produção quanto do trabalho coletivo, partindo desta iniciativa, o empreendimento foi convidado a participar do curso de novos EES que aconteceu no final do mês de setembro em Lages. Lá estiveram presentes empreendimentos das regiões de Caçador, Chapecó, Lages e Rio do Sul. O momento foi propício para formação e troca de experiência entre os novos grupos de Economia Solidária que estão surgindo nestas regiões.

Por Estela Alves da Maia, articuladora local na região de Caçador e Joaçaba.