Foi com muito pesar que a Rede Cáritas Brasileira recebeu a notícia do falecimento de Dom Tomás Balduíno, bispo emérito da Diocese de Goiás e fundador da Comissão Pastoral da Terra, a CPT, e do Conselho Indigenista Missionário, o CIMI.

Uma voz sempre ativa na promoção dos excluídos e excluídas do Brasil, Dom Tomás foi um lutador incansável especialmente na luta pela causa indígena e pela reforma agrária.

Duas perdas tão próximas ocorridas – a antecipada morte de Dom José Moreira Bastos, vice-presidente da CPT, seguida do falecimento de Dom Tomás – deixa enorme lacuna e dor na luta pela terra e pela reforma agrária e pelos direitos dos povos indígenas nesse país. Mas nos deixa também o exemplo de compromisso com a causa das pessoas excluídas na busca por uma sociedade justa, igualitária e plural.

A Rede Cáritas Brasileira expressa seus mais sinceros e verdadeiros sentimentos neste momento de luto profundo. Prestamos nossa solidariedade a todos os companheiros e companheiras da CPT, do CIMI e demais movimentos de luta pela terra que tinham na pessoa do Dom Tomás um incansável companheiro de caminhada. Na certeza de que juntos continuaremos renovando nossa missão e esperanças, nos colocamos a caminho, com vocês, animados/as pelos exemplos de vida do Dom José e  Dom Tomás.

Rede Cáritas Brasileira.