Buscando recuperar o trabalho comunitário, resgatando a agroecologia como modo de viver e de produzir, a Cáritas realizou em Caçador uma oficina de hortas comunitárias. A oficina era destinada para pessoas das regiões de Caçador e Joaçaba com afinidade a proposta e interessados em organizar-se em grupos de Economia Solidária.

“Esta oficina foi um despertar para a organização de grupos de geração de renda com base na Economia Solidária” afirma Gilberto Afonso Schneider, assessor da oficina.

As oficinas de agroecologia – hortas comunitárias fazem parte do projeto “fortalecendo experiências de Economia Solidária em Santa Catarina” realizado pela Cáritas Brasileira Regional Santa Catarina e patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania.

Dada a importância da produção, consumo e comercialização de alimentos saudáveis os participantes da oficina perceberam na horta comunitária uma alternativa para concretização de um trabalho coletivo que permite renda e sustentabilidade para os grupos.

 

Por Estela Alves da Maira, articuladora local na região de Caçador e Joaçaba.