Após período de diálogo e articulação política com o poder público municipal, o Grupo de Mulheres Ágape, formado por mulheres de Rio do Sul articuladas inicialmente dentro do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) municipal, conquistaram a compra de uma máquina de costura e o direito de reunir-se periodicamente no espaço do CRAS para trabalhar.

Ágape vem sido construído a partir do acompanhamento do Projeto Fortalecendo Experiências de Economia Solidária em Santa Catarina (FORTEES). As mulheres participaram do Curso de Gestão, do Intercâmbio e da Feira de Economia Solidária, experiências de acúmulo de conhecimentos em gestão, cálculo dos gastos, atenção ao público e que contribuem para a qualidade de seus produtos.

 

 A partir de agora, elas vão dar continuidade ao seu trabalho melhor equipadas e com um espaço garantido. A próxima missão imediata é buscar estratégias para ampliar as possibilidades de comercialização.