Entidades da Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil promovem, nos dias 7 a 10 de agosto de 2014, em Brasília (DF), um Fórum Social Temático sobre Energia (FST- Energia). O evento terá dimensão internacional e discutirá o tema “Energia: para que, para quem e como?”. A proposta é reunir pessoas e entidades de todas as partes do mundo, que contribuem no debate e na socialização de experiências exitosas na sustentabilidade da vida no e do Planeta Terra.

Segundo os organizadores, a temática tem tudo a ver com o enfrentamento das mudanças climáticas, que geram sofrimento e morte de um número crescente de pessoas, e com a urgência de compromissos internacionais que deverão avançar na Conferência da Organização das Nações Unidas sobre o clima, a COP 20 a ser realizada em Lima, Peru, em dezembro deste ano.

A metodologia do FST- Energia será a mesma adotada pelo Fórum Social Mundial (FSM), onde as atividades são organizadas pelos seus próprios participantes, que definem temas, suas necessidades de espaço, tempo e método. “Ao Coletivo de facilitação do Fórum compete unicamente preparar a infraestrutura para a realização das mesmas, sem nelas interferir, dando a mesma importância a todas”, explica um trecho da carta convite para o evento.

Os organizadores esclarecem ainda que, o FST- Energia respeitará a Carta de Princípios do FSM, que o define como uma iniciativa da sociedade civil, autônoma em relação a governos, partidos e empresas. Nesse sentido, o FST- Energia fará parte do processo do FSM em que, durante o ano de 2014, serão realizados mais de 40 Fóruns Sociais Nacionais, Regionais ou Temáticos em diferentes países.

A iniciativa tem a participação das seguintes entidades:

Amazon Watch, Articulação Antinuclear Brasileira, Cáritas Brasileira, Cidade Verde UNB, Conselho Indigenista Missionário, Comissão Brasileira de Justiça e Paz, Comitê em Defesa de Territórios Frente à Mineração, Conselho Pastoral dos Pescadores, Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, IBASE, International Rivers, Marcha Mundial do Clima, Movimento dos Pequenos Agricultores, Movimento Paulo Jackson, Movimento Tapajós Vivo, Movimento Xingu Vivo para Sempre, Pastorais Sociais da CNBB, Secretaria do Meio Ambiente da CUT Nacional, Rede Jubileu Sul Brasil, SOS Clima Terra.

Mais informações: fst.energia@gmail.com
Tel.: (61) 34478722
www.fmclimaticas.org.br

Fonte: Jaime C. Patias