Durante o mês de outubro discorreram as visitas do projeto FORTEES fase 2 região de Lages. Foram realizadas outras atividades que destacaram a importância e o desenvolvimento da Economia Solidária na região serrana. O fórum de Economia Solidária ocorreu em clima harmonioso e focado na necessidade de posicionar-se diante das políticas públicas. A partir de diálogo e informação, através do assessor do vereador Domingos Rodrigues que desenvolveu uma moção legislativa, aprovada por unanimidade pelos vereadores e entregue ao Poder Executivo do Município. Após apreciação da moção legislativa o fórum decidiu elaborar uma moção que está abaixo apresentada:

Moção 01/2013

Em reunião do Fórum de Economia Solidária, realizada dia 17 de outubro de 2013, aprovou a seguinte moção:

ü  diante das necessidades e desafios encontrados pelos empreendimentos de economia solidária e a constatação feita através de pesquisa do fórum brasileiro de economia solidária, as três maiores dificuldades elencadas pelos membros são: 68% relacionadas a comercialização, 53% acesso a crédito e 27% falta de assistência técnica permanente.

ü  esses fatos são relevantes e concernentes com esta moção que busca propor complemento à moção 264/2013 de autoria do vereador professor Domingos Pereira Rodrigues, visto que o fórum de economia solidária da região serrana constatou os mesmos problemas a partir dos relatos dos empreendimentos membros.

ü  para a superação das dificuldades que são comuns, viemos através desta reivindicar um espaço fixo e acessível para a comercialização dos produtos provenientes da economia solidária, bem como um departamento de economia solidária junto a secretaria de trabalho e emprego do município de Lages para superar a fragilidade estrutural da maioria dos empreendimentos solidários.

Ao Fórum de Economia Solidária, se associa o Fórum Municipal Permanente dos Direitos da Criança e do Adolescente e das Políticas Sociais Públicas, que, em dezembro de 2012, encaminhou a nova composição da Câmara Legislativa, ao novo Prefeito, e ao Ministério Público, “Recomendações” para a Política de Economia Solidária através do fortalecimento de cooperativas, agricultura familiar agroecológica, empreendimentos associativos, centro comercial, antigo Mercado Público.

Fórum de Economia Solidária Região Serrana.

            Com esta moção os membros do fórum estão aguardando o posicionamento e encaminhamentos do Poder Executivo para que se torne Lei Municipal e desenvolva e fomente esta outra forma de economia que já acontece.

Guilherme Marcon Arantes

Articulador local da Cáritas Brasileira – Regional SC