* Fernando Anísio Batista

Os Municípios de Florianópolis, São José, Brusque, Palhoça, Itajaí e Itapema participaram em 2008 e 2009 do Curso de Formação sobre a Política Pública de Assistência Social.

A Assistência Social foi aprovada desde 2004 como política de proteção social e se configura como um novo momento no Brasil.  Atualmente, um olhar diferenciado para a realidade faz-se necessário, a partir de uma visão inovadora, incluindo os invisíveis, uma visão social de proteção, conhecendo riscos e vulnerabilidades que estão sujeitos. É necessário uma visão capaz de captar as diferenças sociais e uma visão social com capacidade de entender que a população tem necessidades, mas principalmente possibilidades que devem e podem ser desenvolvidas.

Entendendo este novo momento da Assistência Social no Brasil, e considerando que as Ações Sociais Paroquiais trabalham especificamente neste campo, a ASA priorizou esse conteúdo formativo para os dirigentes, voluntários, associados e clero.  O objetivo central foi aprofundar o estudo e dar passos no sentido de desenvolver ações e projetos pautados nesta política, buscando o reordenamento das entidades que compõe a Rede de Ações Sociais da Arquidiocese.

Foram trabalhados os aspectos gerais da construção da Assistência Social no Brasil e a Política Nacional de Assistência Social, além de destacar os compromissos que as Ações Sociais têm, enquanto entidade de assistência social.  Outro elemento importante foi o debate sobre a gestão de uma entidade de assistência social que despertou para a necessidade do reordenamento a partir da Resolução 191 do CNAS.

* Referente de comunicação da ASA