Começa nesta quinta-feira (17), a XIX Assembleia Nacional da Rede Cáritas Brasileira que debaterá temáticas relacionadas às realidades da fome e da pobreza no Brasil e no mundo com cerca de 250 agentes e voluntários de todo o Brasil, com organizações religiosas, com o Governo Federal e com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

A cerimônia de abertura ocorrerá no Centro Cultural de Brasília (CCB), a partir das 19h30.

Participam da mesa dom Flávio Giovenale, presidente da Cáritas Brasileira, um representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Monseñor Pierre Dumas, presidente da Cáritas do Haiti, Francisco Hernández Rojas, coordenador regional Secretariado Latinoamericano e Caribe de Cáritas (Selacc), Mauro Morelli, presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional de Minas Gerais (CONSEA/MG), Alan Bojanic Helbingen, da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) no Brasil, e Anadete Gonçalves Reis, vice-presidenta da Cáritas Brasileira. Paulo Maldos, secretário nacional de Articulação Social da Secretaria Geral da Presidência da República também estará presente na cerimônia de abertura.

Serviço

XIX Assembleia Nacional da Cáritas Brasileira

Tema: fome e pobreza no Brasil e no mundo

Lema: “…e não havia necessitados entre eles.” (Atos – 4,34)

De 17 a 20 de outubro

Centro Cultural de Brasília (CCB)

Sobre a Cáritas

A Cáritas Brasileira é uma entidade de promoção e atuação social que trabalha na defesa dos direitos humanos, da segurança alimentar e do desenvolvimento sustentável solidário. Sua atuação é junto aos excluídos em defesa da vida e na participação da construção solidária de uma sociedade justa, igualitária e plural.

Fundada no Brasil em 12 de novembro de 1956, a Cáritas Brasileira faz parte da Rede Caritas Internationalis, presente em 164 países e territórios. Reconhecida como entidade de utilidade pública federal, ela também é um organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).