Aconteceu no dia 7 de julho, em Chapecó, a III Feira Microrregional de Economia Solidária, em Chapecó no Oeste Catarinense, com objetivo de fortalecer e divulgar uma nova economia baseada nos princípios da cooperação, autogestão, solidariedade e democracia.

A Feira foi um espaço muito importante para dar corpo e partilha de experiências de economia solidária na região, onde vários empreendimentos de economia solidária (EES), apresentaram seu trabalho do dia a dia, nos mais diversos ramos: artesanato, comidas caseiras, um bom vinho, produtos agroecológicos, etc., puderam estabelecer relação direta com consumidores e explicarem toda a lógica de produção.

Além da comercialização, a feira também proporcionou formação para os grupos. Pela manhã ocorreu um seminário, onde os mesmos puderam debater a cooperação como um dos princípios da ECOSOL e partilhar experiências. A tarde ocorreu uma oficina de “reaproveitamento de alimentos” (Programa Mesa Brasil/SESC), com varias receitas deliciosas, com partes dos alimentos que descartamos e nem damos o devido valor a eles.

Nem o frio desanimou os participantes da feira que, durante todo o dia, ainda foram motivados por apresentações culturais, vídeos, músicas, jogos e brinquedos para crianças. Ao todo, mais de 25 EES, e entidades estiveram presentes na feira, o que reforça a ideia de que “uma outra economia é possível”.

Marcelo Willian Costa, participante da oficina de comunicação do Projeto FORTEES na região de Chapecó, Tiago Arcego da Silva, articulador local. Fotos: Marcelo Willian Costa.