Oito grupos de Economia Solidária estiveram reunidos na sede da Cáritas Diocesana de Criciúma, no dia 15 de agosto, para participar do curso de Gestão e Viabilidade Econômica, do Projeto “Fortalecendo Experiências de Economia Solidária de Santa Catarina”. O projeto é realizado pela Cáritas Brasileira regional Santa Catarina com patrocínio do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania, da Petrobras.

Na 5ª etapa, os empreendedores refletiram o plano de marketing, com assessoria de Fernando Zamban. “A principal função do marketing é atender necessidade do consumidor, não induzir as pessoas a comprar”, ressaltou o assessor sobre a importância do planejamento.

Durante a formação, os empreendedores exercitaram os diversos momentos da comercialização. “Precisamos aprimorar nosso atendimento, saber mais o sobre o produto que estamos oferecendo aos clientes”, avaliou a coordenadora do grupo de panificação Raio de Luz, de Santa Rosa de Lima.

Estratégias para otimizar os espaços de exposição dos produtos, a embalagem, técnicas de atendimento foram repassadas aos participantes. “O espaço de feira ainda é a melhor alternativa para divulgação para os grupos solidários. Mas não deve ser encarado com a salvação do grupo. Muitas vezes não há comercialização esperada neste espaço. Mas pode ser a partir da feira, que aconteçam novos espaços de comercialização.

Os empreendimentos voltarão a se reunir na Feira de Economia Solidária, nos dias 14 e 15 de setembro, na Praça Nereu Ramos. Estarão presentes no evento, grupos de artesanato e de agricultura familiar, que apostam no trabalho cooperativo, advindo da Economia Solidária.

Por Morgana Rosso, jornalista e articuladora local na região de Criciúma.