A Cáritas Diocesana de Lages, em parceria com Cáritas Brasileira Regional Santa Catarina, Comissão Pastoral da Terra – CPT (Micro-região de Lages), Centro de Direitos Humanos e Cidadania Irmã Jandira Bettoni, a Agente do Projeto Brasil Local (região serrana), EPAGRI e Associação das Comunidades Rurais Organizadas – ACRO e com o apoio financeiro da Cáritas Italiana, realizou no dia 28 de agosto, no Centro de Formação Católica, em Lages, o II Seminário de Formação em Desenvolvimento Solidário, Sustentável e Territorial – DSS-T da Região Serrana do Estado de Santa Catarina, que teve como objetivo, promover e fortalecer as iniciativas locais e territoriais de desenvolvimento solidário e sustentável.

Participaram do II Seminário, empreendimentos solidários (apoiados ou não pelo Fundo Diocesano de Solidariedade e pela Cáritas Brasileira Regional SC/Mini Projetos Alternativos – MPAS, empreendimentos mapeados pela SENAES), lideranças comunitárias, organizações não governamentais e governamentais e contamos com a colaboração do Professor Geraldo Löcks que oportunizou um espaço de diálogo sobre a temática e a partilha de práticas e saberes…

Um dos destaques foi à mística que trouxe os elementos da natureza, bem como, o processo de partilha de experiências e comunicação, a partir da realidade local e os acontecimentos ocorridos na política de Economia Solidária no Estado de SC e no Brasil.

Este segundo seminário foi um espaço de construir, articular e estabelecer uma visão processual, interligada e qualificada de desenvolvimento local, para a construção de um mundo melhor por meio de sociedades sustentáveis, na promoção de alternativas de trabalho, renda, cidadania e melhoria das condições de vida.

O seminário oportunizou o conhecimento de algumas ações dos programas e projetos do governo federal, tais como: Centro de Formação em Economia Solidária – CFES, Projeto Brasil Local, Rede de Educação Cidadã – RECID, Educação fiscal e orçamento público – Ministério da Fazenda, o projeto PROESD (Agentes de Desenvolvimento local) desenvolvido pela Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC, o Mapeamento da Secretaria Nacional de Economia Solidária – SENAES e Conferências; bem como, ações desenvolvidas pelo Fórum Catarinense e Regional de Economia Solidária.

Os participantes apontaram algumas dificuldades e desafios a serem implementados na região:

  1. Envolvimento do poder público no movimento da ECOSOL;
  2. Ausência de um centro público de comercialização dos produtos da ECOSOL;
  3. Ampliação das feiras de ECOSOL;
  4. Necessidade de integração de todas as ações territoriais de ECOSOL, (as governamentais e as não governamentais);
  5. Continuidade da formação e comunicação entre a rede;
  6. Acompanhar as sessões do CODETER;

Como encaminhamento, os participantes entenderam que prioritariamente devemos reorganizar e fortalecer o Fórum Regional. Diante disso foi agendado um encontro para dia 22 de setembro de 2010, às 9 horas, no Auditório da SAMT, em Lages.

Por: Equipe Cáritas Diocesana de Lages