Atividades marcam a Semana da Solidariedade em Criciúma

0

SOLIDARIEDADE, qual o nosso olhar?

A Semana da Solidariedade realizou-se de 14 a 19 de novembro/2010, com a temática: “Solidariedade, qual o nosso olhar para as mudanças climáticas e a vida no planeta?” Foram várias atividades e muitas pessoas envolvidas num grande mutirão com o objetivo de: “Estimular a sociedade para a criação de uma cultura de solidariedade atentos para as questões ambientais locais, as mudanças climáticas e a vida no planeta” acreditando que: “Muita gente pequena, em muitos lugares pequenos, fazendo coisas pequenas, mudarão a face da terra”.

A SEMANA DA SOLIDARIEDADE NAS COMUNIDADES

  1. Cine Solidário: Entidades-membro e comunidades reuniram-se para fazer a celebração da Semana e assistir o filme: “Mataram Irmã Doroty”, que retrata sua luta em defesa das florestas e seus povos (N. S. Salete, São José, Sto Agostinho, São Roque).
  2. Atividades organizadas pelas entidades-membro e comunidades durante a semana: Teatros com a temática da Semana; ações de cuidado com o meio ambiente, aproveitamento dos “lixos” orgânicos e recicláveis; orientações sobre a economia da água; desenvolvimento de ações solidárias: visitas aos doentes, ajuda às entidades de defesa da vida, plantio de diferentes espécies; rodas de conversa sobre solidariedade e vida no planeta; noite solidária (Paróquia Santo Agostinho) – com coleta de recicláveis para doações. Oficina de artes com materiais reaproveitados: na Paróquia São Paulo Apóstolo com a Assessoria da Sra. Alenir Fernandes de S. Dallpiaz, para as famílias acompanhadas pela Ação Social. Participação no programa “Comando Marconi” e iniciou visitas às famílias pela Paróquia N. S. da Conceição de Urussanga.

PAINEL DA SOLIDARIEDADE


Tema: Solidariedade, qual o nosso olhar para as mudanças climáticas e a vida no planeta?

Abertura com o vídeo: “Desenvolvimento Sustentável” (Greenpeace).

Em Criciúma no Auditório São José: dia 17/11/10

1º Olhar: Quais os maiores impactos do mundo urbano no meio ambiente? O que prevê a Legislação? Coleta Seletiva: Prof. Mário Ricardo Guadagnin, do Curso de Engenharia Ambiental e Professor pesquisador em Gestão de Resíduos  & Gestão Ambiental da UNESC

2º Olhar: Qual a contribuição da Agricultura Familiar? Cultivo de sementes crioulas…Uma outra atitude frente ao cultivo, comercialização e consumo é possível: Maria Bortolin da Paróquia São Roque de Morro da Fumaça, membro do Conselho da Cáritas, e do Movimento de Mulheres Camponesas.

3º Olhar: Contribuição da Doutrina Social da Igreja. Olhar institucional: Pe. Wilson Buss, Presidente da Cáritas Diocesana de Criciúma e Vigário Geral da Diocese.

Em Araranguá na Sagrada Família: dia 18/11/10

1º Olhar: O que está acontecendo com o Planeta? Tadeu Santos, Ambientalista da ONG Sócios da Natureza.

2º Olhar: O papel da universidade e dos movimentos sociais no cuidado com o planeta: Claus Pish – professor e biólogo, da Universidade Federal de Santa Catarina, campus Araranguá.

3º Olhar: Iniciativas de Economia Solidária – Eduardo (Chico) Merêncio, vereador, Grupo Mensageiros de Cristo.

4º Olhar: Contribuição da Igreja: Pe. Wilson Buss.

v  O painel contou com a presença de pessoas vindas das paróquias da comarca de Araranguá e os alunos da Escola de Educação Básica Professora Maria Garcia Pessi.

FEIRA DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA

Na sexta-feira dia 19, aconteceu a Feira Solidária ao lado da Catedral com os produtos dos grupos de Economia Solidária da Rede Cáritas: Raio de Luz – Santa Rosa do Sul; Abrindo Caminhos para o Futuro – Morro da Fumaça; Mutirão da Solidariedade, Próspera; Promoção Humana, Santa Bárbara; Sabão Solidário, Araranguá; Pastoral Social, Rio Maina e Rincão; Pastoral da Saúde, Pastoral da Criança, Pastoral Carcerária, Associação de Caridade São Vicente de Paulo, Cáritas Paroquial de Urussanga. Distribuição de sementes crioulas, mudas de plantas, chás, flores… Pe. Valmor Della Giustina apresentou dicas sobre as plantas, modo de utilizá-las, vinagre de maçã…

Também aconteceram apresentações culturais: apresentação do Coral Vozes de Esperança do Bairro da Juventude. Dançando e cantado as crianças deram um show de cores, coreografia e muita alegria.

Encerramos a Semana da Solidariedade com uma bela celebração eucarística, construída e partilhada por todos e todas que fizeram essa Semana e que fazem da Solidariedade um princípio de vida. Junto ao sacrifício do Corpo e Sangue de Cristo, ofertamos a vida dessas pessoas que se doam diariamente e a vida de tantas pessoas que estão em situação de risco, os Bem-Aventurados do Reino de Deus.

Em nome da Cáritas, queremos agradecer a todos(as) e lembrar uma frase de D. Hélder “Melhor que o pão, é a sua partilha!” Que a Solidariedade nasça e permaneça em nossas vidas assim como o Menino Deus!

Por Devaneide de Brida, referente de comunicação da Cáritas Diocesana de Criciúma

COMENTAR

Atividades marcam a Semana da Solidariedade em Criciúma

0

SOLIDARIEDADE, qual o nosso olhar?

A Semana da Solidariedade realizou-se de 14 a 19 de novembro/2010, com a temática: “Solidariedade, qual o nosso olhar para as mudanças climáticas e a vida no planeta?” Foram várias atividades e muitas pessoas envolvidas num grande mutirão com o objetivo de: “Estimular a sociedade para a criação de uma cultura de solidariedade atentos para as questões ambientais locais, as mudanças climáticas e a vida no planeta” acreditando que: “Muita gente pequena, em muitos lugares pequenos, fazendo coisas pequenas, mudarão a face da terra”.

A SEMANA DA SOLIDARIEDADE NAS COMUNIDADES

  1. Cine Solidário: Entidades-membro e comunidades reuniram-se para fazer a celebração da Semana e assistir o filme: “Mataram Irmã Doroty”, que retrata sua luta em defesa das florestas e seus povos (N. S. Salete, São José, Sto Agostinho, São Roque).
  2. Atividades organizadas pelas entidades-membro e comunidades durante a semana: Teatros com a temática da Semana; ações de cuidado com o meio ambiente, aproveitamento dos “lixos” orgânicos e recicláveis; orientações sobre a economia da água; desenvolvimento de ações solidárias: visitas aos doentes, ajuda às entidades de defesa da vida, plantio de diferentes espécies; rodas de conversa sobre solidariedade e vida no planeta; noite solidária (Paróquia Santo Agostinho) – com coleta de recicláveis para doações. Oficina de artes com materiais reaproveitados: na Paróquia São Paulo Apóstolo com a Assessoria da Sra. Alenir Fernandes de S. Dallpiaz, para as famílias acompanhadas pela Ação Social. Participação no programa “Comando Marconi” e iniciou visitas às famílias pela Paróquia N. S. da Conceição de Urussanga.

PAINEL DA SOLIDARIEDADE


Tema: Solidariedade, qual o nosso olhar para as mudanças climáticas e a vida no planeta?

Abertura com o vídeo: “Desenvolvimento Sustentável” (Greenpeace).

Em Criciúma no Auditório São José: dia 17/11/10

1º Olhar: Quais os maiores impactos do mundo urbano no meio ambiente? O que prevê a Legislação? Coleta Seletiva: Prof. Mário Ricardo Guadagnin, do Curso de Engenharia Ambiental e Professor pesquisador em Gestão de Resíduos  & Gestão Ambiental da UNESC

2º Olhar: Qual a contribuição da Agricultura Familiar? Cultivo de sementes crioulas…Uma outra atitude frente ao cultivo, comercialização e consumo é possível: Maria Bortolin da Paróquia São Roque de Morro da Fumaça, membro do Conselho da Cáritas, e do Movimento de Mulheres Camponesas.

3º Olhar: Contribuição da Doutrina Social da Igreja. Olhar institucional: Pe. Wilson Buss, Presidente da Cáritas Diocesana de Criciúma e Vigário Geral da Diocese.

Em Araranguá na Sagrada Família: dia 18/11/10

1º Olhar: O que está acontecendo com o Planeta? Tadeu Santos, Ambientalista da ONG Sócios da Natureza.

2º Olhar: O papel da universidade e dos movimentos sociais no cuidado com o planeta: Claus Pish – professor e biólogo, da Universidade Federal de Santa Catarina, campus Araranguá.

3º Olhar: Iniciativas de Economia Solidária – Eduardo (Chico) Merêncio, vereador, Grupo Mensageiros de Cristo.

4º Olhar: Contribuição da Igreja: Pe. Wilson Buss.

v  O painel contou com a presença de pessoas vindas das paróquias da comarca de Araranguá e os alunos da Escola de Educação Básica Professora Maria Garcia Pessi.

FEIRA DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA

Na sexta-feira dia 19, aconteceu a Feira Solidária ao lado da Catedral com os produtos dos grupos de Economia Solidária da Rede Cáritas: Raio de Luz – Santa Rosa do Sul; Abrindo Caminhos para o Futuro – Morro da Fumaça; Mutirão da Solidariedade, Próspera; Promoção Humana, Santa Bárbara; Sabão Solidário, Araranguá; Pastoral Social, Rio Maina e Rincão; Pastoral da Saúde, Pastoral da Criança, Pastoral Carcerária, Associação de Caridade São Vicente de Paulo, Cáritas Paroquial de Urussanga. Distribuição de sementes crioulas, mudas de plantas, chás, flores… Pe. Valmor Della Giustina apresentou dicas sobre as plantas, modo de utilizá-las, vinagre de maçã…

Também aconteceram apresentações culturais: apresentação do Coral Vozes de Esperança do Bairro da Juventude. Dançando e cantado as crianças deram um show de cores, coreografia e muita alegria.

Encerramos a Semana da Solidariedade com uma bela celebração eucarística, construída e partilhada por todos e todas que fizeram essa Semana e que fazem da Solidariedade um princípio de vida. Junto ao sacrifício do Corpo e Sangue de Cristo, ofertamos a vida dessas pessoas que se doam diariamente e a vida de tantas pessoas que estão em situação de risco, os Bem-Aventurados do Reino de Deus.

Em nome da Cáritas, queremos agradecer a todos(as) e lembrar uma frase de D. Hélder “Melhor que o pão, é a sua partilha!” Que a Solidariedade nasça e permaneça em nossas vidas assim como o Menino Deus!

Por Devaneide de Brida, referente de comunicação da Cáritas Diocesana de Criciúma

COMENTAR

Voltar ao Topo Copyright © 2012 - Cáritas Brasileira Regional Santa Cataria Rua Deputado Antonio Edu Vieira, 1524 | Bairro Pantanal | 88040-001 | Florianópolis - SC Fone/fax: (48) 3234-7033
Entrar - | Acessar Web Mail - Criado por: América Link