O assentamento 17 de abril é formado por trabalhadores de varias regiões do estado que estavam acampados desde 2002. Em 2008, ocuparam a terra onde hoje é a sede do assentamento que abriga 49 famílias em Campo Belo do Sul.

O Assentamento está organizado em quatro núcleos de trabalho que são acompanhados pelo projeto FORTEES em visitas periódicas realizadas pela articuladora local do projeto, pela Comissão da Pastoral da Terra e equipe da Cáritas Diocesana de Lages.

A partir das visitas foi possível diagnosticar que o grupo possui grande interesse em trabalhar com horta comunitária agroecológica. O objetivo é fortalecer o trabalho coletivo, produzir alimentos saudáveis, contribuir na renda familiar e também cuidar da terra partindo dos princípios da Economia Solidária.

Após o diagnóstico, o grupo encaminhou um projeto ao Fundo Diocesano de Solidariedade para construção da horta comunitária. Além da Cáritas, o projeto conta com a parceria da Comissão Pastoral da Terra. O projeto foi aprovado e o grupo está entusiasmado para dar inicio ao trabalho.

Para a Cáritas Diocesana de Lages as visitas são apenas uma parte do acompanhamento aos grupos:

– Compreendemos que o acompanhamento aos grupos de Economia Solidária realizados pelo projeto vai além das visitas de acompanhamento, pois também devemos intervir nas necessidades dos grupos e auxiliar em seus direitos fundamentais. Afirma Camila.

 

Por: Camila Moraes de Oliveira, Assistente Social e Articuladora Local em Lages.