Um bom número de catadores recicláveis do município de Criciúma que antes trabalhavam nas ruas, enfrentando muitas vezes condições precárias tanto por parte das intempéries do tempo, quanto os perigos do trânsito, conseguiram por meio de uma luta de vários anos, um espaço próprio, com condições dignas e seguras para exercer seus serviços.

Essa conquista contou com a importante participação do Fórum do Lixo e Cidadania, o qual tem como bandeira lutar junto aos órgãos públicos por melhores condições para esses trabalhadores. Também se destaca o envolvimento da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (FAMCRI), que tem contribuído de várias maneiras para a realização desse projeto, sendo por meio da locação do galpão ou pela doação dos equipamentos necessários para que se iniciassem os trabalhos. No momento, aproximadamente 20 famílias de catadores são beneficiadas com os serviços prestados na ACRICA, sendo responsáveis pela triagem, prensa e venda de materiais recicláveis.

A associação esta funcionando desde o mês de maio, oficialmente junto ao  ECOPONTO, situado na Rodovia Governador Jorge Lacerda, 900 no Bairro Sangão.

A Acrica, também é um dos empreendimentos de economia solidária, acompanhando pelo Projeto Fortalecendo Experiências de Economia Solidária (Fortees), no qual alguns de seus associados estão participando das etapas do Curso de Gestão e Viabilidade Econômica, e se dizem muito satisfeitos por terem a oportunidade de adquirir conhecimento e formação para investir no crescimento da Associação. Desde a inauguração, os associados relatam que estão muito contentes, e a cada dia, vem superando crises internas, crescendo profissionalmente e se tornando economicamente independentes. Também destacam os resultados financeiros, o que vem melhorando a qualidade de vida.

Maria Salete Furlan Sartor

Articulador Local